Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Kazuk Hardware – Blog

10 mitos e verdades sobre baterias de notebook

Podemos encontrar pela internet muita especulação acerca de como cuidar da vida útil das baterias de notebook. Afinal, deixar a fonte ligada o tempo todo vicia mesmo? Guardar o equipamento ligado prejudica a sua durabilidade? Precisamos esperar que a carga termine para conectar o aparelho na tomada?

Continue no texto para conhecer um pouco mais sobre o assunto e descobrir quais dessas e de outras informações sobre a peça são verdadeiras quais não passam de mitos.

Sobre baterias de notebook 

Responsável pelo armazenamento e fornecimento de energia, garantindo o desenvolvimento e a mobilidade dos notebooks, as baterias podem ser confeccionadas com componentes químicos, como o níquel e o lítio.

Peças que têm a produção de sua energia baseada em níquel são destinadas a aparelhos mais antigos. Entre as suas características, podemos citar a baixa autonomia e o efeito memória, que indica o que popularmente conhecemos como vício da bateria.

São as baterias que garantem a portabilidade dos notebooks, permitindo que o equipamento funcione por algumas horas sem que precise estar ligado em uma tomada.

Produtos que contem com o  lítio em sua composição, por sua vez, são mais modernos e garantem uma ótima autonomia, além de serem considerados imunes ao tal efeito de memória.

E, como já mencionado em um post específico sobre o cuidado de baterias, existem alguns métodos e práticas que podem ser utilizados para contribuir para que elas tenham uma vida útil alta e que funcionem no máximo de sua performance. Dentre eles estão a limpeza externa do hardware e a utilização de carregadores confiáveis.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre a peça, que tal conferir quais das informações que circulam por aí são reais e quais são falsas? 

1. Quando carregado pela primeira vez, o notebook precisa de uma carga maior – MITO

Talvez uma realidade no passado, essa afirmação é incorreta atualmente porque as baterias dos eletrônicos modernos contam com tecnologia suficiente para tornar obsoleta a prática de a primeira carga precisar de 12 ou mais horas na tomada. Tanto nesta quanto nas próximas vezes em que for carregar, você só precisa esperar até que a bateria esteja completa.

Notebooks novos não precisam que a primeira carga seja maior do que o normal para garantir seu bom funcionamento.

2. Baterias de notebook viciam – MITO

Felizmente, a máxima de que baterias de notebook viciam não continua valendo. Por causa de todos os avanços tecnológicos, esses itens hoje são muito mais resistentes. Apesar disso, com o tempo elas vão perdendo força, o que faz com que já não tenham a capacidade de carga de quando eram novas. 

3. Não se deve deixar o notebook conectado na tomada o tempo todo – MITO

Verdade absoluta até alguns anos atrás, hoje essa afirmativa é puro mito. As baterias possuem uma tecnologia que corta o carregamento assim que este estiver completo, passando a energia direto para o notebook. Isso acontece por que baterias de íons de lítio possuem um circuito interno que finaliza o processo de carregamento assim que atingem a carga total.

4. Ambientes quentes prejudicam a bateria do notebook – VERDADE

Essa é uma verdade que todo mundo preferiria que fosse mentira. A alta temperatura acelera o processo de degradação do hardware e, além disso, impede que elas alcancem o melhor do seu desempenho.

Por isso, evite usar seu notebook em posições que obstruam as saídas de ar, desconecte o equipamento da tomada quando perceber que a sua ventilação está funcionando de forma mais incisiva e, caso tenha essa opção, retire a bateria quando for rodar aplicações mais pesadas.

5. Dispositivos USB consomem muita bateria – VERDADE

Outra das verdades indigestas, os dispositivos USB têm seu funcionamento garantido pela alimentação do notebook. Assim, como todos os gadgets adicionais, eles gastam, sim, bateria do equipamento.

Dispositivos USB e outros gadgets adicionais utilizam a energia do notebook para funcionarem.

6. É preciso descarregar a bateria totalmente antes de carregá-la novamente – DEPENDE

Essa aqui é uma meia verdade. Isso porque baterias antigas, à base de níquel, realmente precisam desse passo, já que possuem o que se costuma chamar de tempo-memória. Já modelos mais modernos não têm essa necessidade. Pelo contrário, nesses casos, o recomendado é que você nunca deixe que elas descarreguem completamente.

7. A vida útil de uma bateria é de cerca de 2 anos – DEPENDE

Essa é outra meia verdade, que varia conforme o usuário e o fabricante do notebook. A vida útil dessas peças é baseada em ciclos de carga e descarga que podem variar dependendo da sua utilização. Na maioria dos casos, depois de cerca de 300 a 500 vezes que esse ciclo é completado, a bateria passa a render menos, até que pare de funcionar por completo e/ou prejudique o funcionamento do equipamento.

8. Mesmo em modo stand-by, o notebook continua gastando energia – VERDADE

Essa é outra grande verdade. Quando está hibernando, com a tela desligada e certos componentes desativados, a máquina continua consumindo energia, ainda que em um modo de baixo gasto. Isso não traz grandes consequências quando o notebook é deixado de lado por algumas horas, mas pode diminuir a vida útil da peça quando acontece de um dia para o outro ou mesmo por diversos dias.

Isso porque o equipamento será descarregado em algum momento, consumindo os ciclos de carga.

Desligue o notebook quando não for usá-lo por um grande período de tempo. Isso evita que ciclos de carga e descarga de energia sejam perdidos sem necessidade.

9. SSD economiza energia – VERDADE

Sim, é verdade! Discos SSD consomem menos energia do que os HDs por aumentar a autonomia de bateria das máquinas, além de correr menos riscos de superaquecimento do que os discos rígidos, o que torna esse hardware ainda mais vantajoso.

10. A bateria do notebook não deve ser guardada sem carga – VERDADE

Essa é outra afirmação verdadeira, dado que alguns fabricantes afirmam que a prática diminui a vida útil da peça. A recomendação é checar a quantidade de carga aconselhada para o armazenamento no manual de instruções do seu notebook.

Agora, quando você perceber que a sua bateria não carrega mais, não existe muita dúvida de que esse é um sinal de que ou chegou a hora de trocar a sua máquina ou de que a sua fonte de notebook parou de funcionar.

Para solucionar o último problema, conheça as fontes de notebook fabricadas pela Kazuk.  Elas possuem as principais certificações do mercado, seus componentes são de alta qualidade, além de serem compatíveis com uma série de modelos das principais fabricantes de notebook, como Acer, Sony, Dell, HP, Samsung, entre diversas outras. Ficou interessado? Clique no banner e conheça os modelos disponíveis.

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Feito por Nerau Studio