Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Kazuk Hardware – Blog

Descubra o que fazer com um computador velho

Vivemos em uma realidade em que as inovações tecnológicas acontecem a todo momento, o que, consequentemente, faz com que os aparelhos eletrônicos fiquem obsoletos muito rapidamente. 

A quantidade de lixo eletrônico produzido mundialmente está nas alturas, e o mundo clama por mais consciência ambiental. Pensando nisso, neste texto, vamos conversar um pouco sobre o assunto e dar dicas de o que fazer com um computador velho para que você aprenda a melhor forma de descartar o seu lixo. Continue a leitura!

Sustentabilidade, avanços tecnológicos e o lixo eletrônico

Segundo o relatório The Global E-waste monitor 2020, o mundo gerou, em 2019, 53,6 milhões de toneladas de lixo eletrônico. Foi um recorde que, segundo as estatísticas, será batido ano após ano, já que o consumo só aumenta e o ritmo dos avanços tecnológicos está cada vez mais acelerado, tornando dispositivos obsoletos com cada vez menos tempo de uso.

Ainda de acordo com o relatório, espera-se que em 2030, a quantidade de lixo eletrônico gerada ultrapasse a barreira das 70 milhões de toneladas. É preciso, mais do que nunca, que reflitamos sobre tudo o que jogamos fora — afinal, não existe “fora”. Estamos jogando quantidades astronômicas de lixo, todos os dias, em um planeta que não tem mais condição de lidar com isso.

Além disso, o lixo eletrônico contém materiais muito perigosos tanto para o meio ambiente como para a saúde humana, como os resíduos de baterias e telas. Em um momento do mundo em que a pauta da sustentabilidade ganha cada vez mais força e importância, precisamos pensar melhor sobre como lidar com essa nova forma de gerar lixo.

o que fazer com um computador velho

Em 2019 foram geradas 53,6 milhões de toneladas de lixo eletrônico.

A reciclagem é o caminho ideal para amenizar essa situação, por inúmeros fatores que vão desde a economia de energia até a geração de empregos e a movimentação da economia. Em relação ao meio ambiente, a reciclagem diminui a extração de matéria prima da natureza, reduz a emissão de gases poluentes e alivia os aterros sanitários.

O que configura lixo eletrônico?

Todo equipamento tecnológico que descartamos, ou partes dele, são consideradas lixo eletrônico. Eles são divididos em quatro categorias:

Categoria verde

Celulares, notebooks, computadores de mesa, impressoras, tablets, teclados, mouses, carregadores, fones de ouvido, cabos, pilhas, baterias etc.

Categoria marrom

TVs, equipamentos de DVD/VHS/Blue-Ray e aparelhos de som.

Categoria azul

Eletrodomésticos portáteis em geral, como liquidificadores, batedeiras e secadores de cabelo.

Categoria branca

Eletrodomésticos de grande porte, como fogões e geladeiras.

Onde descartar lixo eletrônico

É importante saber que não é papel da prefeitura recolher o lixo eletrônico nas residências, como é feito com o lixo comum e o reciclável. É necessário descobrir quais são os postos de coleta mais próximos da sua casa.

Desde 2010, existe no Brasil uma lei chamada Política Nacional dos Resíduos Sólidos, a Lei nº 12.305, que delega às empresas a responsabilidade de coletar e reciclar o lixo eletrônico. Ela foi regulamentada, no entanto, apenas em 2019, quando ficou estabelecido o Acordo de Logística Reversa

Esse sistema viabiliza o descarte, a coleta, a reciclagem e o aproveitamento adequado dos resíduos eletrônicos. Ao invés de serem descartados em locais impróprios, eles devem ser depositados em pontos de entrega voluntária e destinados, então, a serem reaproveitados e transformados em matéria-prima para novos produtos.

Para que isso aconteça, é necessário haver uma união de esforços entre quem produz e quem consome: sendo que este segundo deve descartar nos locais corretos, e o primeiro deve se responsabilizar pelo reaproveitamento adequado. 

As empresas se comprometeram a, em um prazo de cinco anos, implantar 5 mil pontos de coleta entre as 400 maiores cidades do país e promover o descarte adequado de pelo menos 17% de todos os resíduos eletrônicos que são jogados fora.

o que fazer com um computador velho: reciclagem

O Acordo da Logística Reversa responsabiliza as empresas pela reciclagem de lixo eletrônico.

Esse acordo é, ao menos, uma tentativa de resposta ecologicamente correta ao modelo linear de produção que vem acontecendo até então: extração, produção, consumo e descarte — que já não é viável há algum tempo. O esgotamento dos recursos do planeta se aproxima e é necessário, mais do que nunca, reutilizar matéria-prima para diminuir a extração. 

Além desse acordo, foi firmada também uma resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), que estabelece critérios para o descarte de pilhas e baterias no Brasil e delega aos fabricantes a responsabilidade de criar postos de coleta e pensar no que fazer com a bateria quando não é possível retirá-la do aparelho. 

Para seguir à risca essa política, o ideal é procurar os fabricantes dos seus produtos para descobrir qual a melhor maneira de devolver os resíduos a eles. De qualquer forma, existem também pontos de entrega voluntária de lixo eletrônico e é possível descobrir aqui qual deles fica mais próximo da sua moradia. 

Dicas do que fazer com um computador velho

Já falamos sobre qual a melhor maneira de descartar seus dispositivos eletrônicos, mas é importante também lembrar que antes que você pense na reciclagem do computador, ele pode ser de grande serventia para outras pessoas ou até para você mesmo. 

Ele pode servir como um PC reserva para caso haja um problema com sua outra máquina, se transformar em um servidor para uma pequena empresa que esteja precisando ou mesmo ser o computador oficial de alguém que não tem condições de comprar um novo.

Outra boa ideia para quem pretende reaproveitar um computador novo é trocar o sistema operacional. O Linux, por exemplo, é um sistema alternativo gratuito muito mais leve que o Windows. Ao utilizá-lo, é possível aprender algo novo e tornar o computador um tanto mais rápido e funcional. Outra possibilidade é instalar alguma versão mais antiga do Windows e transformar o PC numa interface de programas e jogos antigos! 

Falando em antiguidade, caso você tenha em casa uma máquina realmente velha, experimente entrar em contato com algum museu de tecnologia e saber se eles têm interesse em ficar com ela! Máquinas velhas podem contar muitas histórias…

o que fazer com um computador velho: museus

A tecnologia anda tão rápido que um museu que reúne peças representativas de cada geração pode oferecer um storytelling imperdível!

Caso o seu computador não seja tão velho, é possível também abrí-lo para recuperar suas peças de hardware, já que algumas podem estar em perfeito estado como o HD ou a memória RAM, que ainda podem servir como componentes extras de um computador novo. 

E falando em peças de hardware, se o seu computador é novo, também é possível que você possa resolver seu problema e torná-lo mais funcional apenas com um upgrade de peças de hardware! Dessa forma você pode melhorá-lo antes de precisar, realmente, se desfazer.

Aproveite que chegou até aqui e dê uma olhada nos produtos Kazuk! A Kazuk é uma marca brasileira criada em 2019, que une tecnologia de ponta a preços acessíveis para entregar componentes de hardware de excelente qualidade. Para conferir, é só clicar no banner abaixo!

Comentários

  1. Fernando verlan gonçalves disse:

    Oi Bom dia
    Gostaria de saber se pode ajudar na casa da minha sogra a quaze 20 telas de pc anticom de tubo e não estol localizando quem pode faze esta retirada dela .
    É do antigo enquilino e tento ver quem pode fazer a retirada mas ate agora nada ..

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Feito por Nerau Studio